terça-feira, 1 de setembro de 2015

A Menina Quer Isto LVI

Gosto muito de literatura de viagens, já aqui o disse várias vezes. Não viajando nada, os livros sempre são uma forma de 'ver' com uns olhos que não os meus aquilo que provavelmente os meus nunca verão ao vivo. Além disso, os livros de viagens serão, talvez, aqueles que mais alimentam a imaginação e os sonhos e, por isso, são uma leitura que vale sempre a pena e que cumpre, quanto a mim, a função do texto literário no que ao prazer diz respeito.

Ora, há uma colecção de livros da qual não tenho um único exemplar, mas que gostaria de começar a fazer logo que possível (logo que o rombo orçamental causado pelas férias de Verão seja ultrapassado). A colecção de que falo é a da Tinta da China. Esteticamente, os livros são espectaculares: capa dura, bom papel, tipo de letra bonito, espaçamentos adequados... enfim, são livros que dão gosto. Infelizmente, e porque a qualidade paga-se, são volumes que considero caros. Mas vá, um de cada vez pode ser que custe menos e, de facto, parecem-me mesmo bons estes livros. Além disso, a colecção já tem um número considerável de volumes publicados, o que significa que são, também, já muitos os lugares abordados. Consequentemente, também serão muitos os pontos de vista relatados, os cenários descritos e os espaços por onde a nossa imaginação pode perder-se. Enfim, a ver se estes livrinhos começam a ingressar nas prateleiras cá de casa que já os cobiço secretamente há demasiado tempo para aguentar-me muito mais.


Nota: A imagem saiu da página da Wook.

1 comentário:

  1. Acho que já os vi algures, ao vivo, e fiquei com curiosidade!

    ResponderEliminar