quarta-feira, 23 de abril de 2014

As batatas daquela famosa cadeia de restaurantes

Ah ah ah! Muito bom! No Canal Q está a passar a seguinte frase em rodapé: "Receita revelada de batata frita do Mcdonald's confundida com relatório de Fukushima." Faz sentido, sim senhor, pois se considerarmos que batatas fritas são usualmente batatas fritas em óleo ou azeite e temperadas com uma pitada de sal, a receita divulgada é assustadoramente longa e com nomes que fazem tremer qualquer médico. Desde coisas para intensificar a cor das batatas até um derivado de silicone há la de tudo. Quem lê a lista dos ingredientes chega ao fim e até se esquece de ver por lá a batata. Bem, as batatas fritas do Mcdonald's sabem bem, são salgadinhas e estaladiças e pegam-se lindamente aos molhos que também podemos comprar no restaurante, mas... Perante a receita divulgada, a frase do Canal Q chega a ir além da piada (que é boa) e a quase parecer realidade. 

Comamos, pois, batatas fritas feitas em casa e deixemos as experiências químicas para quem delas percebe.

3 comentários:

  1. Os intensificadores de cor ou aroma não me surpreendem, mas um derivado de silicone?! Provavelmente para terem a textura de "fritas e bem sequinhas", será isso?
    Tornámo-nos em autênticas cobaias humanas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que li nas notícias sobre o assunto, o derivado de silicone (de cujo nome não me lembro) serve de antiespumante, provavelmente para o óleo poder ser todo utilizadinho até não dar mais. Mas isto sou eu a atirar para o ar. Sabe-se lá para o que será aquilo...

      Eliminar
  2. Então, uma batatinha de mcdonald's traz silicone, ou diábo, já estou a ver as senhoras a comerem muitas batatas na esperança que lhes vá para o peito!!!!

    ResponderEliminar